Viva Poesia (1990)


Clique em qualquer imagem para aumentar





















12 comentários :

andre i souza disse...

Salve, Cafu. Vi sua dica lá no DCM.
Voz Delirante
Viva a Poesia
que é mãe, madrasta,
irmã e amante
Chore e sorria
o poema é pilastra
desta voz delirante.

Abraço.

Cafu disse...

André I Souza,
Obrigada pela força e pelas palavras de estímulo. Não consegui publicar seu comentário. Estou ainda aprendendo a lidar com esta tecnologia, por isso peço desculpas e paciência.
Abraços.
Cafu.

andre i souza disse...

O importante é que você leu, minha cara.
Parabéns!
Abração.

andre i souza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
andre i souza disse...

Perdão, o comentário removido era uma duplicata do anterior. Acho que cliquei ''publicar'' duas vezes.

Anônimo disse...

Cafu,
gosto muito
dos seus trabalhos
delicadamente
inspirados.

Paulo Aquarone

Cafu disse...

Sem problema, André. Como diz a música, o impotante é que a nossa emoção sobreviva. :))

Cafu disse...

Paulo,
Gracias pela visita. A recíproca também é verdadeira. Tanto é, que seu site está elencado entre os queridos e o poemóbile pendurado no meu quarto.
Abraços para você e o Jossua.

romério rômulo disse...

chego e deixo o meu abraço, Cafu.

romério

Cafu disse...

Salve, Poeta!

Bem-vindo. Obrigada pela visita e pelo abraço.
Um beijo e um queijo de Minas procê.
Cafu.

Bolha disse...

Viva, mil vezes viva para tua poesia.

Cafu disse...

Bolha,
Muito obrigada pela visita e pelo incentivo.

Postar um comentário

Pronuncie-se